top of page

Acreditei que liberdade era fazer apenas o que eu queria 💞 Por Carolina Landgraf


correr na estrada de terra cerrado chapada dos veadeiros ceu com nuvens
@calandgraf

Durante muito tempo acreditei que liberdade era fazer apenas o que eu queria.

Assim virei as costas para muitos desafios, oportunidades de aprendizados, de lições importantes que a vida disponibilizou para o meu crescimento em reflexo das minhas próprias sombras, fazendo só o que eu queria condicionei a minha mente a ser cada vez mais manipulada e aprisionada pelos meus desejos, convencida de que estava no controle e de que isso era liberdade.

Muitas vezes quando senti a pressão que situações desafiadoras que me tiravam da minha zona de conforto ocasionavam em mim, eu sedi a mente, ao prazer imediato proporcionado pelo alivio da ausência de responsabilidade e assim fortaleci um padrão de desistência, que transformava rapidamente esse alívio em frustração e em uma semana ou duas já me sentia desmotivada em viver mais uma vez, no marasmo da minha zona melancolicamente confortável.

Mas a verdade universal de que quanto + resistimos às situações, mais elas persistem, continuava se fazendo presente e se repetindo, de novo e de novo...

Até que um dia quando o desconforto bateu + uma vez na minha porta e mais uma vez eu queria largar tudo e correr de volta para o conforto da minha toca quentinha...eu escolhi ficar, ficar para ver o que acontece quando se fica.

Ficando eu aprendi que ser livre é escolher acima dos meus próprios desejos, pensar no todo e assim ser livre o suficiente para fazer tbm o que eu não quero fazer.

Percebi que quando não me limito sou tão grande e livre que posso parar de reagir às situações e passei a ter a coragem de agir às situações, independente dos meus medos.

E então entendi que nem sempre o que eu quero é o que eu preciso para me curar, passei a fazer escolhas mais conscientes, de acordo com meu propósito e parei de responder aos pedidos incessantes da mente e seder a prazeres distorcidos que mascarados de liberdade me limitavam, dominavam, escravizavam...

Finalmente então pude entender a liberdade e passei a lidar com as situações de forma mais assertiva, alinhada com minha missão e não com base apenas nos meus "mimos" cobertos de razão, de querer e de vontades que só alimentavam a mim mesma.


Estou aprendendo a seguir minha natureza, silenciar, ouvir meu coração, minha intuição e ser maior que minha mente.

O desafio é constante, mas a mente é um instrumento interno que apenas quer te proteger, aprenda a usar ela a seu favor e você poderá manifestar o que há de melhor para sua vida e alcançar todos os seus sonhos 💫

Eu acredito em você livre e você? 💞


Texto por Cá Landgraf @calandgraf para @reconexaoastral


📷 fotógrafa linda @tassivale


टिप्पणियां


bottom of page